publication . Article . 2021

Abordagem da automedicação contra COVID-19 pelo Médico de Família e Comunidade

Waldemir de Albuquerque Costa; Natalia de Campos Carvalho; Pedro Alexandre Barreto Coelho;
Open Access
  • Published: 01 Dec 2021 Journal: Revista Brasileira de Medicina de Família e Comunidade, volume 16, page 2,880 (issn: 1809-5909, eissn: 2179-7994, Copyright policy)
  • Publisher: Sociedade Brasileira de Medicina de Familia e Comunidade (SBMFC)
Abstract
Introdução: A automedicação para COVID-19 é considerada um problema emergente e que reflete o momento de infodemia e de crescimento da doença no Brasil. Nesse sentido, a Atenção Primária à Saúde, em que ocorre a maior parte do acesso dos casos leves e moderados de COVID-19, tem-se mostrado um lugar privilegiado para a abordagem de pacientes em uso irracional desses medicamentos. Objetivo: Discutir questões sobre a automedicação voltada para a COVID-19, abordando particularidades do processo de trabalho do médico de família e comunidade (MFC) e as perspectivas para esses profissionais num cenário de grandes tensões político-sanitárias. Métodos: Trata-se de um ensaio teórico que se baseia nas premissas do uso racional de medicamentos (URM) e da medicina baseada em evidências para sintetizar uma proposta de atuação de MFC à luz dos principais documentos e normativas produzidas sobre o tratamento da COVID-19 no país. Resultados: Por meio do referencial teórico, são apresentadas duas estratégias principais para a abordagem dos casos de automedicação para COVID-19: uma do ponto de vista individual, que envolve a desprescrição desses medicamentos mediante um entendimento acordado entre o MFC e o paciente; e uma de cunho sistêmico, ligada ao combate à venda irregular de medicamentos voltados para a COVID-19 no território de atuação desse profissional. Conclusões: As disputas políticas em torno da pandemia ainda continuam vivas e devem persistir por longa data no Brasil. Cabe aos profissionais de saúde e à sociedade como um todo defender o URM e combater a utilização de medicamentos desnecessários, inefetivos, inseguros ou potencialmente inadequados no contexto da COVID-19, protegendo assim a vida e o bom uso dos recursos da população.
Persistent Identifiers
Subjects
free text keywords: General Medicine, Automedicação, Infecções por Coronavirus, Atenção Primária à Saúde, Medicina de Família e Comunidade, Medicine (General), R5-920, Public aspects of medicine, RA1-1270
Any information missing or wrong?Report an Issue