publication . Doctoral thesis . 2021

Empreendedorismo, Inovação e Performance nas Organizações Sem Fins Lucrativos Portuguesas

Adro, Francisco José Nave do;
Open Access Portuguese
  • Published: 11 Oct 2021
  • Country: Portugal
Abstract
As organizações sem fins lucrativos (OSFL), constituídas por misericórdias, organizações voluntárias, grupos comunitários, cooperativas, sociedades mútuas, fundações, às quais as empresas sociais aderiram recentemente, estabelecem o terceiro setor (TS). As sucessivas crises socioeconómicas globais originaram um aumento da pressão sobre a gestão das OSFL. Esse aperto, que por um lado tem servido para evidenciar o papel essencial da liderança executiva no sucesso das OSFL, orientou progressivamente o leme da investigação académica para o setor não lucrativo que representa uma parte substancial do PIB da maior parte das economias. Porém, apesar do aumento das publicações científicas na área, nomeadamente desde há uma década para cá, os autores são unânimes e referem que a investigação na área se encontra até então numa fase de infância reforçando que existe ainda espaço para novas pesquisas. Logo, matérias como a gestão da inovação, a orientação empreendedora (OE), a orientação para o mercado (OM) e a performance, largamente analisadas no setor lucrativo, carecem de investigação, nomeadamente com recurso a métodos quantitativos, no setor não lucrativo. Perante o exposto, o propósito desta tese passa por 4 etapas. A primeira tem por objeto uma revisão sistemática de literatura (RSL) cujo objetivo consiste em fazer um levantamento da literatura existente sobre o empreendedorismo social (ES) e a inovação social (IS) nas OSFL. Para tal recorreu-se à recolha da literatura existente na base de dados Web of Science (WoS). Os 176 artigos selecionados na WoS foram analisados analiticamente e também com recurso ao software VOSviewer. Os resultados mostram a existência de três abordagens que evidenciam uma relação entre a inovação, a OE e a OM das OSFL com a performance destas, o que espoletou o aparecimento de organizações híbridas: as empresas sociais. Este estudo pretende contribuir com a sistematização das investigações e tendências teóricas sobre o empreendedorismo e a IS nas OSFL. No que se refere a implicações práticas, acredita-se que este estudo poderá ajudar os líderes do TS nas suas tomadas de decisões no sentido de os alertar para a importância do capital humano, nomeadamente da sua qualificação, bem como aquela do meio ambiente, incerto, em que a OSFL que dirigem se insere. As restantes 3 etapas adotaram metodologias quantitativas baseadas na recolha de dados mediante a aplicação de um inquérito, via o Google Forms, junto das OSFL portuguesas no continente e nas regiões autónomas, tendo sido obtidas 135 respostas válidas. A segunda etapa destinou-se a analisar quais os fatores de gestão da inovação que influenciam a performance das OSFL, preenchendo assim uma lacuna. Para tal, e com recurso à aplicação do modelo de Tidd & Bessant (2009), o que constitui uma contribuição importante para este setor específico, foram utilizados modelos de regressão linear múltipla a fim de avaliar o impacto das caraterísticas das OSFL e das dimensões da gestão da inovação nas variáveis da performance social. Os resultados mostram que as 5 dimensões do modelo de gestão da inovação têm um impacto positivo na performance das OSFL. A terceira etapa teve como desígnio analisar a influencia da OE na performance das OSFL, através do modelo de OE para as OSFL de Kraus, et al. (2017). Para tal, recorreu-se a multivariate analysis of covariance (MANCOVA) e foram estimadas analysis of covariance (ANCOVA) para cada uma das variáveis dependentes e respetivos modelos de regressão linear múltipla, e desta forma avaliar o impacto das caraterísticas das OSFL e das dimensões da OE nas variáveis da performance social. Os resultados mostram um efeito positivo estatisticamente significativo para as dimensões de inovação e proatividade, contudo não revelaram qualquer efeito para a assunção de riscos. O último passo desta investigação é reservado à análise da influencia da OM na performance das OSFL, através do modelo de OM para as OSFL de Fonseca (2014) e Choi (2014). A metodologia quantitativa utilizada foi idêntica à da OE. Os resultados mostram um efeito positivo estatisticamente significativo para as dimensões de orientação para os utentes, para a concorrência, sistema de incentivos, contudo o efeito para a coordenação interfuncional é pouco significativo. No que respeita a limitações, a principal foi sem dúvida o facto da constituição da base de dados ter decorrido num preciso momento, com a agravante do país se encontrar assolado pela pandemia sanitária COVID-19, o que dificultou bastante a recolha dos mesmos, impedindo assim que este estudo se tornasse mais representativo. Contudo, os nossos resultados vêm fortalecer a teoria e a prática sobre a gestão da inovação, a OE, a OM e o impacto de cada uma das respetivas dimensões na performance das OSFL. As conclusões, consistentes com investigações anteriores de natureza diferente, têm implicações importantes ao nível teórico, identificando e preenchendo lacunas encontradas na literatura, e prático para as OSFL e os formuladores de políticas além de reforçarem a ideia de que métodos do setor empresarial podem ser adaptados com sucesso no setor não lucrativo, e ajudar estas entidades a implementar medidas que minorem as suas debilidades organizacional e consequentemente financeira. Esta tese termina com propostas de linhas futuras de investigação baseadas nas limitações da mesma, bem como nas lacunas e tendências identificadas na literatura estudada. Non-profit organizations (NPO), consisting of mercies, voluntary organizations, community groups, cooperatives, mutual societies, foundations, to which social companies have recently joined, establish the third sector (TS). The successive global socio-economic crises have led to increased pressure on the management of NPO. This tightening, which on the one hand has served to highlight the essential role of executive leadership in the success of the NPO, has progressively guided the helm of academic research to the non-profit sector, which represents a substantial part of the GDP of most economies. However, despite the increase in scientific publications in the area, namely since a decade ago, the authors are unanimous and refer that research in the area is still in its infancy, reinforcing that there is still room for new research. Therefore, matters such as innovation management, entrepreneurial orientation (EO), market orientation (MO) and performance, largely analyzed in the profit sector, need to be investigated, namely using quantitative methods, in the non-profit sector. In view of the above, the purpose of this thesis goes through 4 stages. The first has as its object a systematic literature review (SLR) whose objective is to survey the existing literature on social entrepreneurship (SE) and social innovation (SI) in the NPO. For this purpose, the collection of existing literature in the Web of Science (WoS) database was used. The 176 articles selected in the WoS were analyzed analytically and also using the VOSviewer software. The results show the existence of three approaches that show a relationship between innovation, EO and MO of the NPO with their performance, which triggered the appearance of hybrid organizations: social companies. This study aims to contribute to the systematization of investigations and theoretical trends on entrepreneurship and SI in the NPO. With regard to practical implications, it is believed that this study may help TS leaders in their decision-making in order to alert them to the importance of human capital, namely their qualification, as well as that of the environment, uncertain , in which the NPO they run is part of. The remaining 3 stages adopted quantitative methodologies based on the collection of data through the application of a survey, via Google Forms, with the Portuguese NPO in the continent and in the autonomous regions, having obtained 135 valid responses. Stage two was intended to analyze which factors of innovation management influence the performance of the NPO, thus filling a gap. To this end, and using the Tidd & Bessant (2009) model, which is an important contribution to this specific sector, multiple linear regression models were used in order to assess the impact of the characteristics of the NPO and the dimensions of the innovation management in social performance variables. The results show that the 5 dimensions of the innovation management model have a positive impact on the performance of the NPO. The third stage aimed to analyze the influence of EO on the performance of the NPO, through the EO model for the NPO by Kraus, et al. (2017). For this, multivariate analysis of covariance (MANCOVA) was used and analysis of covariance (ANCOVA) was estimated for each of the dependent variables and respective multiple linear regression models, and in this way to assess the impact of the characteristics of the NPO and the dimensions of EO in social performance variables. The results show a statistically significant positive effect for the dimensions of innovation and proactivity, however they did not reveal any effect for risk taking. The last step of this investigation is reserved for the analysis of the influence of OM in the performance of the NPO, through the MO model for the NPO of Fonseca (2014) and Choi (2014). The quantitative methodology used was identical to that of EO. The results show a statistically significant positive effect for the dimensions of orientation for users, for competition, incentive system, however the effect for cross-functional coordination is insignificant. With regard to limitations, the main one was undoubtedly the fact that the constitution of the database took place at a precise moment, with the aggravation of the country being plagued by the health pandemic COVID-19, which made it very difficult to collect them, preventing as soon as this study became more representative. However, our results strengthen the theory and practice on innovation management, EO, MO and the impact of each of the respective dimensions on the performance of NPO. The conclusions, consistent with previous investigations of a different nature, have important implications at the theoretical level, identifying and filling gaps found in the literature, and practical for the NPO and policy makers in addition to reinforcing the idea that business sector methods can be adapted successfully in the non-profit sector, and to help these entities to implement measures that alleviate their organizational and consequently financial weaknesses. This thesis ends with proposals for future lines of investigation based on its limitations, as well as on the gaps and trends identified in the studied literature.
Subjects
free text keywords: Empreendedorismo Social, Inovação Social, Organizações Sem Fins Lucrativos, Orientação Empreendedora, Orientação para o Mercado, Performance Social, Terceiro Setor, Domínio/Área Científica::Ciências Sociais::Gestão
Related Organizations
Communities
  • COVID-19
Any information missing or wrong?Report an Issue